REGIÃO SUDESTE

Oficinas de Tapembol no NUCEC

Como parte dos trabalhos desenvolvidos no Nucec, estivemos com as turma de Educação Física ensinando o Tapembol em Oficinas, onde fizemos a iniciação, recreação,...

REGIÃO NORDESTE

REGIÃO SUL

REGIÃO NORTE

Globo Esporte destaca o Circuito Rondoniense de Tapembol

‘Achei um esporte que não machuca’, diz atleta da equipe ÍndiosTapem, campeã do Circuito de Tapembol Modalidade é nova no estado e vem da expressão...

Escola Ulisses Guimarães em Porto Velho, Rondônia

Experiência positiva na Escola ...

REGIÃO CENTRO-OESTE

BASTIDORES DA TV

TV RECORD – ACHAMOS EM MINAS

Achamos em Minas: conheça o esporte criado por um professor em Caeté Equipe da Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude de Caeté. O Achamos em...

CIRCUITOS, CAMPEONATOS E TORNEIOS

FACULDADES, CAMPUS E UNIVERSIDADES

Universidade Paranaense UNIPAR

O Tapembol foi apresentado na UNIPAR, Universidade Paranaense, que fica na cidade de Francisco Beltrão, no Paraná, na Disciplina de...

Faculdade Projeção de Brasília

O Tapembol foi ministrado na disciplina de Recreação e Lazer da Faculdade Projeção, em Brasília,...

Faculdade Claretiano Bahia

Estudantes de Educação Física da Faculdade Claretiano, de Vitória da Conquista, na Bahia, se reuniram na Escola...

Faculdade São Vicente – UNIBR SP

O Tapembol foi tema de estudo para os graduandos em educação física da UNIBR, Faculdade de São...

Faculdade UNIME de Itabuna

Professor Maurício Leandro, o Tio Choquito, faz palestra sobre o Tapembol na UNIME de ITABUNA.

DEPOIMENTOS

4,768FãsCurtir
361SeguidoresSeguir
12,338SeguidoresSeguir
246SeguidoresSeguir
363SeguidoresSeguir
986InscritosInscrever

RECENTES

Conheci a modalidade em um Ac temático promovido pela coordenação de Educação Física, do município de Dias D'Ávila-Ba. Desde o primeiro contato me encantei com a proposta, sobretudo por suas características democráticas e sensíveis à diversidade. Sou professora de Educação Física do IFBA e da Prefeitura Dias D'Ávila-Ba e, nas minhas organizações didáticas, o TAPEMBOL já possui cadeira cativa, a aceitação e envolvimento dos estudantes a essa prática não convencional, tem sido excelente.

Professora Ísis Moreira

Jacobina - BA

Conheci o Tapembol assistindo uma reportagem no programa Como Será, estou a frente de um departamento na Secretaria Estadual de Educação de Rondônia e estava na organização do IV Congresso Estadual de Educação Física para professores da rede estadual de ensino e eu tinha muita vontade de trazer inovações, algo que motivasse os participantes e aprimorar suas práticas dentro da escola. Assistindo a reportagem pelo celular, estava com meu filho no colo de apenas 01 ano e meio e ele clicou na figurinha do whatsapp que ficava no canto da página esse link me direcionou ao contado do prof. Marco Aurélio e sem demora entrei em contato e perguntei ao professor se o mesmo poderia vir a Rondônia para difundirmos o Tapembol. Para minha surpresa o convite foi aceito prontamente. O que era desconhecido, tornou-se o destaque do evento, o prof. Marco Aurélio com suas práticas motivou a todos e o tapembol foi um sucesso, os professores elogiaram o esporte e prometeram implantar dentro de suas unidades escolares. A repercussão do curso é tão grande que professores da rede particular e de outros municipios já entraram em contato comigo para que possam conhecer o esporte. Fico muito agradecido ao prof. Marco Aurélio por ter aceitado o meu convite e eu sempre tive a certeza que iria ser um sucesso. Ver os professores que participaram motivados e detentores dessa prática inovadora, certamente irão fazer a diferença nas escolas,sendo assim o meu objetivo enquanto gestor do evento foi realmente alcançado.

Professor Alan Raniere

Porto Velho - RO

Esta semana tive a oportunidade de apresentar o tapembol em duas universidades em Brasília, sendo elas, universidade católica de Brasília e UDF. A convite de ex professoras de faculdade, e sempre que posso estou disseminando o tapembol aqui por Brasília. E graças a Deus a receptividade nos lugares que vou é sempre positiva. Toda vez que acaba o horário das minhas participações nas instituições, os participantes ficam sempre querendo mais... E elogiando bastante a modalidade " Tapembol". Gratidão sempre ao professor Markorélio por nos proporcionar um esporte tão rico e gratificante de se trabalhar. Obrigado sempre

Professor Wesley Alan

Brasília - DF

O Tapembol entrou recentemente na minha vida, na matéria de Handebol, onde foi proposto pela minha docente Camila Oliveira da Universidade Anhembi Morumbi aonde curso Educação Física, para que eu e minhas colegas de classe Suzane Feitoza e Rose fizéssemos um seminário sobre o Tapembol, e logo em seguida aplica-lo na prática, com um jogo de Tapem. Desde o início foi uma experiência incrível, e para ser sincera, eu ainda não conhecia o esporte. E conhecer toda a história e ter a oportunidade de apresentar tanto na teoria como na prática me trouxe grandes experiências, pude conhecer (ainda não pessoalmente) e conversar com o próprio Marco, que é um excelente ser humano, e me apoiou desde o início, e com esse apoio consegui aqui em São Paulo achar uma bola de Tapembol, o que foi mais bacana ainda, jogar coma própria bola e apresenta-la para os meus colegas de classe. Todos gostaram dessa experiência, e o jogo rolou demais! Todos, desde os alunos, professora e coordenação amaram o Tapembol e toda essa experiência que veio junto com o mesmo. Estou feliz demais por esse esporte ter entrado na minha vida. E sei que é apenas o começo. O Tapembol é um esporte incrível que todos deveriam conhecer, e eu espero que ele se espalhe cada vez mais pelo Brasil e pelo mundo. Parabéns Marco e a todos os envolvidos, pelo excelente trabalho.

Professora Amanda Rosa

São Paulo - SP

Parabéns ao Tapem e aos seus idealizadores e adeptos, graças Deus que o Tapem cresce a cada dia, pois o seu objetivo é de grande importância para se trabalhar não só o fisiológico dos educandos, mas o psicológico e a necessidade que temos um do outro enquanto indivíduos de um modo geral!!!

Professor Damião

Parambú - CE

Um jogo que conheci através de uma palestra na faculdade. Depois desta palestra viciei neste jogo, sempre passo para meus alunos, e assim como eu, eles viciam. Seu slogan “Um jogo de todos” não é atoa, realmente é um jogo de todos, um jogo perfeito para trabalhar a socialização e a inclusão. Você tem muitas qualidades e merece todos os elogios, não só como profissional, mas também como pessoa. Sei que o sucesso estará sempre a seu favor, pois você trabalha muito para que isso aconteça. Parabéns Marco Aurélio, que Deus continue iluminando sua vida e guiando todos os seus passos!!!

Prefessor Diego Nunes

Belo Horizonte - MG

Ter conhecido o Tapembol, foi uma experiencia maravilhosa, um jogo de inclusão, onde meus alunos amaram a modalidade, que para mim foi muito boa de se trabalhar 100% de aproveitamento e 100% de aceitação!

Prefessora Socorro

Rio Branco - AC

Visto a importância em inserir para meus alunos algo que pudesse causar reflexão a cerca dos benefícios que a educação física pode proporcionar, não restringindo apenas ao corpo, instrumento do ato, mas ultrapassando as barreiras físicas e incluindo a esta reflexão a influência que o esporte ou jogo proporciona para inclusão social, convidei o professor de Educação Física Marco Aurélio Cândido Rocha para ministrar uma oficina cujo tema era Benefícios da prática do Tapembol para a saúde e inclusão social na Unidade Socioeducativa de Justinópolis.

Professora Natália

Justinópolis - MG
WhatsApp chat