Tapembol na sala de aula

Tapembol na sala de aula

Antes da prática, a teoria...

E assim começam os trabalhos da Professora Marcela Suman, em Águas de Lindóia, São Paulo, que trabalhando a história, as regras e os conceitos do Tapembol, em sala de aula, a partir do 5º ano, conseguiu envolver toda a comunidade escolar com a inserção do "Jogo de Todos" nas aulas de Educação Física.

Os alunos, empolgados com a novidade, envolveram os pais e colegas, pois tem caderno próprio para a modalidade e terão ainda prova escrita, as aulas práticas e até campeonato para fechar o primeiro semestre.

A professora explica o método desenvolvido especialmente para os seus alunos:

"Eu costumo sempre dividir as modalidades em partes: 1ª parte - aula prática - "brincar de jogar" (O professor da uma breve introdução sobre a modalidade e os alunos brincam de jogar). 2ª parte - aula teórica - os alunos registram no caderninho de Educação Física a história e as principais regras do esporte, realizam avaliações e trabalhos escritos. 3ª parte -  aula prática aplicando as regras oficiais da modalidade no jogo."

Escola Municipal Dr. Geraldo Mantovani tem lá uma profissional dedicada, que se abriu para o novo e conseguiu envolver seus alunos de uma forma tremenda. O Tapembol tem sorte em tê-la encontrado pelo caminho.



Professora Marcela e seus alunos.

Galeria



Conteúdos relacionados


  • Parceiros

    • Bolas Musa
    • Jornal Opinião
    • Ah! eu vi
    • Andrade Tean
    • IEPS
  • Redes sociais e Aplicativo

    • Facebook
    • Twitter
    • Youtube
    • Facebook